Eles julgam de qualquer jeito, vamos aproveitar o hoje

Eles julgam de qualquer jeito, vamos aproveitar o hoje

Eles julgam de qualquer jeito, vamos aproveitar o hoje.

Se tem uma corrente cruel que aprisiona o ser humano é o medo do julgamento alheio. Essa corrente começa a ser construída já na infância, quando as pessoas começam a receber a porção que lhes cabe de mediocridade nesse mundo.

O que é ser medíocre que não ser igual, padronizado, irrelevante e tributável? O problema é que uma caixinha não serve para abrigar uma multidão da ameaça implacável do desejo de liberdade e autonomia. Da vontade de pensar com a própria cabeça e seguir seus próprios valores. Reprimem-se todos, então, formando uma cadeia de infelicidade e frustrações que matam as pessoas e a sociedade diariamente. Ainda que haja animação em seus corpos e até em suas mentes.

As pessoas reprimem naqueles que se rebelam contra a mediocridade aquilo que reprimem nelas próprias. Elas são assim porque se tornaram prisioneiras de si próprias, dos padrões que não questionaram e já não ousam questionar. Seja por preguiça, cansaço ou covardia.
Não existe só uma forma de viver ou de pensar

Por que a única forma de viver no mundo é a cadeia “nascer-brincar-estudar-se formar-trabalhar-morrer”? Quantos homens mudaram a história da filosofia, da ciência, da tecnologia, da política e dos negócios fazendo exatamente tudo aquilo que lhes foi ensinado, sem nada questionar? Nenhum, porque não é possível inovar, descobrir e superar quando a mente dorme em pleno dia. Ciosa de suas tarefas, aquelas que foram estabelecidas por alguém, em algum tempo e lugar.

Só quem rompe as barreiras é capaz de fazer o mundo andar para frente. Algumas pessoas tiveram coragem e ousadia para arriscar, para derrubar paradigmas. Diziam de Henry Ford, o homem que popularizou o automóvel, lá no início do século XX, que jamais máquinas motorizadas substituiriam os cavalos, mas Ford ousou e ajudou a mudar o mundo. Charles Darwin era considerado por seus pais e mestres um garoto comum, com padrão intelectual abaixo da média. Ah se ele acreditasse…

São milhares os exemplos de pessoas que ignoraram o que os outros dizem e esse foi o primeiro passo para realizarem suas vocações, seus sonhos e suas obras.
Não há esperança, você será julgado de qualquer jeito.

Sim, não importa se você acha que será julgado caso se desgarre da boiada. Você será julgado de qualquer jeito porque o que nos mantem reféns do julgamento alheio é a nossa submissão.

Não se assuste com a revelação, mas a coragem não é a ausência do medo. A coragem consiste em enfrentar o medo, que é uma reação natural, uma defesa do ser humano diante de uma ameça. Diante dessa ameaça, se ele tem medo, é porque a reconhece, sendo assim há uma grande chance de neutralizá-la. Do contrário, seria presa fácil.

Arriscar, nem que seja um pequeno passo de cada vez, mas arriscar sempre. Ousar sempre, com responsabilidade, claro, pela integridade própria e pela integridade alheia.

Ousar não é ser irresponsável, mas, ao contrário, responsável pelo próprio destino, pelo resultado de suas próprias atitudes. Cada um de nós tem o direito e a obrigação de ser único. Só a ética deve ser inflexível.

Se a vida é curta ou longa é questão de ponto de vista, sobretudo a partir da medida e da intensidade com que cada um viveu. Não desperdice nenhum minuto com quem possa lhe julgar, pois quem se julga apto a julgar quem quer que seja, à luz do reflexo do próprio espelho não merece um segundo de atenção.

Não há nada pior do que olhar para trás, nem que para trás seja há algumas horas, e lamentar não ter feito algo.

“E se eu houvesse tentado”?

Mas por que não tentou? Não interessa….

Da próxima vez, tente!

Recomendado para você ...................................................................................................................................................................................................................................................

Adélio Drum

Sigo meu sonho e vou até onde ele me levar, sem receio, pois afinal nem de toda riqueza material vive o homem, e nada deve prender você a uma vida que os outros querem que viva. Seja você, seja único, seja feliz, seja livre, seja Off.